quarta-feira, 8 de junho de 2011

Carta pra ela....Cirurgia , diabetes, e saudades

Um dia assim, fico pensando, onde você está?Aprendi tanto com você, algumas coisas, nunca tive tempo de te agradecer, pois na maioria das vezes estava preocupada em alguma novidade do meu mundinho comercial como você dizia lembra?Mas tudo bem, sabe que sempre fui muito mais artificial e muitas vezes grossa, pois não é fácil ter uma atitude forte sem ser mal educada quando te falava das minhas coisas, varias vezes tive a impressão que você me odiava, tinha vergonha de mim, pois eu comia Mac donalds e não subway, ou eu ouvia Guns e não Led ...Achei que o fato de ter engravidado nova, seria o motivo que você usaria pra me rebatizar de imbecil, mas não, seu carinho com meus filhos, me tirou todo esse medo...e quando você queria me fazer comer 19 tipos diferentes de saladas no mesmo dia?Credo, achava aquilo um horror....Nas noites em que você ficava datilografando suas poesias e contos, eu ao seu lado surtava, pois estava na internet em algum papo “maneiro” e você dizia, Nandita, vem cá, escute minha poesia, preciso que me ajude, eu apenas escutava, e dizia está ótima, você sabe que nunca ouvi elas naqueles momentos...Achava isso um saco...E quando recebia visita? Você logo oferecia um chá, e aqueles seus doces estranhos feitos com cascas de frutas que na minha opinião deveriam ter ido pro lixo...

  Quando você fez a cura do limão pra sinusite lembra? Eu achei aquilo uma bobagem, mas ainda não tive sua coragem de fazer....

  Uns dias antes de você morrer, eu lembro perfeitamente, você falando baixinho pra uma colega de quarto, AHHHHH essa é minha filha, trabalha em uma empresa multinacional, muito competente, sempre recebe boas propostas de trabalho, mas acredita que ela ainda sonha em ser médica? Coitadinha, já avisei a ela que no Brasil, médico dificilmente tem salário digno, pois o político  brasileiro não enxerga a floresta, apenas a arvore que tem dentro dele, e isso e falta de amor ao próximo....Achei aqui de total falta de respeito...Alguns dias depois você morreu, seu médico, fez uma endoscopia digestiva e durante o procedimento perfurou seu intestino, lembro que você sofreu muito, e seu médico, teve poucas vezes com você, pois trabalhava em mais 4 hospitais, então você era atendida pelos plantonistas, e lembro que você dizia, chama o dr Carlos, meu amigo no curso de literatura, eu com vergonha, mentia q o fone estava sempre desligado...Mas um dia chamei, ele foi até você e chorou, disse que vc estava tendo um choque séptico e te tirou em minutos daquele hospital, te deixou na mão de profissionais que tentaram, te cuidaram, tentaram mais de 6 x, mas lembra o que você disse quando entrou no bloco cirúrgico? Fernanda minha filha, eu sei que não saio viva daqui, por favor, não brigue mais com seu irmão, cuide sempre dos seus filhos, aprenda a comer, pois você esta matando seu corpo e sua cabeça fazendo isso, não faça como eu fiz, diga ao seu pai, que pague a cirurgia do seu nariz de batata, eu não tenho culpa, agradeça suas tias do Mato Grosso pelo tamanho do seu traseiro e por teu uma boca bonita, Minha filha, Ame, Ame muito seja muito feliz.....Ahh e não esqueça, se for morar no Rio de Janeiro, procure o Macau, ele é um ser humano especial....



Eu ouvi tudo que você disse e sai de lá pensando, ela consegue ser doida até em uma hora dessas?

Mas, 5 dias depois, eu vi você, foi, e eu fiquei aqui, muito confusa pensando como assim? Era só uma exame...Como assim morreu?

E  o tempo foi passando, que você era sim a mãe que eu deveria ter tido, sempre, se fosse diferente mãe, de onde eu tiraria essa força que tenho?Eu passei nessa minha vida por situações tão pesadas que fosse incapaz de fazer alguém ler, pois sei que trariam sofrimento, quando você me dizia, não seja uma vitima da sociedade, estava ensinando a respeitar minhas dores e frustrações, e usar elas para me fortalecer, quando você dizia que eu gastava muito dinheiro dando presentes as pessoas, eu era uma mulher muito superficial, achava você uma mão de vaca, fazer artesanato, e dar plantinhas, hoje sinto prazer quando abro uma caixinha com um presente feito a mão por alguém que me presenteou, e sei que essa sensação que eu sinto,  é a que você queria que sentisse quando me acordava de manhã e levava chás de flores e morango, pão de centeio e mamão...Abria a cortina do meu quarto e me obrigava sentar naquele toco de arvore que você usava de banco, embaixo da ameixeira que você plantou...

Fico imaginando você aqui nesse mundinho que vivo agora, se conhecesse as figuras que conheço...A Margareth, você ia convencer ela a te receber na casa dela todo ano, pois como você gostava de Salvador...A Fernanda Reali, você diria...ahhh essa ai é bem sociável, escreve bem, deve ler Roberto Shinyashiki, e sabe cuidar da vida dela, valoriza...A Cintia, você ia trazer ela aqui pra casa, e ajudar ela diminuir a diabete com algum chá...depois ia dizer, cuida da fernandita, ela ainda é uma criança...E a Lola, Alem do Rai, vocês teriam tantos assuntos, iria ensinar minha amiga a falar palavrão em espanhol...A Rejane, receberia de vc o premio de mágica do dinheiro...assim como vc cata conchinhas na praia e sai colando pela casa...

A Iara, você obrigaria ela a ler seu livro, depois vocês xingariam aqueles convites de outros estados pros encontros de poesia ...



Mãe, eu vou operar sim, fui diagnosticada com diabete, táááááá, eu sei que você já sabia que eu ia ter comendo doces que nem uma louca, mas eu nunca te ouvia lembra?

Alem dos problemas que tenho em função da obesidade, estou certa que essa cirurgia vai mudar meu estilo de vida, queria te dizer que tudo vai dar certo, vou fazer exatamente o que for orientada a fazer, queria ter você aqui cozinhando e me mimando, juro que ia amar suas sopas de ervilha e grão de bico...Mas no momento vou me contentar com a Laura, o Edson...Ahh lembra do Edson? Aqueleleeee que eu dizia que era um pirralho feio? E você discordou? Pois é casei com ele viu, 3 meses depois que você se foi, estranho, vocês programaram é?

Vou deixar meus momentos papai Noel e ajuda todo mundo, separados em uma gavetinha, e vou cuidar de mim, preciso mãe, quero ser uma mulher saudável e criar meus filhos assim,.

Hoje algo parou sobre minha cabeça, pensei que você era doida, quando insistia que eu ao menos te ouvisse, seus conselhos sobre alimentação, vida, política, filhos e amores...Mãe, eles hoje fazem parte da minha vida, e eu sei...você já sabia neh?



Susana Graciela, poucas foram as vezes que eu fui amorosa com você, mas não pense que não te amava, não tenha dúvida disso ok?Eu te amarei sempre, pois hoje, sou uma mulher que, entende e respeita muito o ser humano, que quer aprender sempre e ser limpa, sempre, com todos e com ela mesma...


Mas isso? Eu sei...VOCÊ JÁ SABIA

Fernanda Sahira

28 comentários:

  1. Fer,

    Sabe tão bem quanto eu que essa compreensão do que é ser mão, da improtância, do valor e do que queremos passar é o sonho de toda a mãe, pois é o resultado de anos de dedicação. Com tudo isso só posso concluir que mesmo no distanciamento natural vocês duas se preencheram e se completaram, uma foi imprescindível para a outra, uma está presente na outra e isso é o que basta.
    Sua mãe sentiria orgulho em vê-la forte e sábia.
    E ela onde estiver pode ter certeza que estarei te cuidando e te vigiando.
    Grandes beijos e tô aqui!

    ResponderExcluir
  2. Fernanda que texto lindo, não preciso dizer que chorei muito, álias estou comentando e chorando. Acho que choro porque senti a emoção com que você escreveu. Fiquei pensando na relação que tenho com a minha mãe, acho que gostaria de ser mais próxima, mais amiga de poder beija-la sem ela se afastar, acho que meu contato provoca choque,(sou elétrica) ao menos penso assim para aliviar a dor por esses anos todos de vácuo.

    Lindo texto.

    BJS!

    ResponderExcluir
  3. Fê, sua mãe sabia e hj tenho certeza que está muito feliz com suas decisões, com quem vc se tornou, e veja como os ensinamentos dela ficarão cravados em vc, mesmo que no momento, vc não desse atenção.
    Te amo, amiga, fico feliz de tê-la, de vê-la forte, de vêla sensata.
    Tô aos prantos. Um beijo e queria te dar um abraço....

    ResponderExcluir
  4. Fernanda!

    Você me fez parar e pensar! Pensar na minha vida de mãe e filha, eu me acho uma filha amorosa, mas será que sou mesmo?
    Também me acho uma mãe amorosa, e será que sou mesmo?
    Muitas vezes são tão dura com meus filhos...
    Muitas vezes acho minha mãe tão diferente de mim... não concordo com o que fala e faz...

    Obrigada por compartilhar esse pedaço da sua vida...
    Preciso REpensar minha vida de mãe e filha!

    Bjos, Fabiana

    ResponderExcluir
  5. Fê,

    Ainda me armo de coragem e escrevo uma declaração dessas para minha avó, que foi mais que minha mãe pra mim e se foi há algumas semanas atrás... ela me amou tanto que acabou sufocando minha vida, eu tive que fugir... mas, entendo, que na sua mania de se meter na minha vida como se quisesse me dominar, existia um amor muito grande por mim.
    Consegui vê-la no caixão, até ajudar a enfeitá-lo de flores, com muita calma e com a consciência do amor que nos unia e nos une pra sempre. Ela salvou minha vida quando estava pra nascer... moveu o hospital inteiro pra um médico vir fazer a cesareana na minha mãe, já que fazia mais de um dia que ela perdia sangue e teimavam em tentar fazâ-la me ter de parto normal, coisa que ela nunca teve condições...
    Agradeço a você pela mensagem, que me fez refletir de novo na importância dela em minha vida e em quanto nos afastamos nesses últimos dias que ela viveu... mas, sua palavras me fizeram reconciliar com esses sentimentos todos.

    Obrigada, querida! Fica firme! Eu sei que sua mãe está aí ao seu lado e vai te ajudar nessa etapa que você está vivendo! Boa sorte na cirurgia e volta logo!

    Beijão,

    Drica.

    ResponderExcluir
  6. Olá Fernanda
    Não tem como, não comentar!
    Minha mãe está aqui comigo e necessita de cuidados especiais.
    Quando sou questionada sobre a ajuda dos irmãos, eu brigo, rodo a baiana e digo que EU quero fazer isso, pois não sei até onde poderei te-la comigo.
    Ela diz que é horrível, ser orfã de mãe e a minha avó morreu quando minha mãe tinha tinha 60 anos!
    Faço o que posso e o que não posso pra ajudar meus pais, com muito prazer e carinho e lendo seu post, me emocionei por você.
    Ah! mais importante de tudo...mãe sempre sabe!
    Falo isso para os meus filhos e els dão risada, mas concordam comigo...
    Beijos linda Flor, Paz pro seu coração, luz pro seu caminho, amor pra sua vida, que ela seja colorida e feliz.
    Beijos
    Lenita Vidal

    ResponderExcluir
  7. Olha ... Fer ( to intima ) costumo escrever tudo que vem na cabeça , sai cada troço , e assim que terminei de ler "puta @#$%@¨" Não !!!mas não é puta@#$%@¨de ruim puta @#$%@¨que lindo!!!
    Tem tantas coisas que eu preciso fazer ... para ter certeza de que vou ficar bem ...
    preventivo por exemplo faz uma cara que não faço ...
    dentista só vou quando " acho" que tem algo errado mas , meu bafo é bom tá ??
    pedir desculpas para uma ex amiga , (ela saiu com um cara casado) e daí não é problema meu , e só faz quatro anos ...
    tem tantas coisa que me deu um clic eu tenho que fazer por mim ... bjimmmm amei te conhecer desculpa os palavroes lá em cima e parabéns pela parceria com essa amada que eu adoro vai ser um sucesso . Bjimm iluminado

    ResponderExcluir
  8. Fernanda,

    Amiga Querida!
    Chorei quando li teu mail, lembrei da minha própria mãe! Saudades, muitas saudades!
    Mandei um longo mail para ti, tenho te esperado nas madrugadas no MSN, mas não obtive resposta, nem te vi on line nas nossas noites geladas....
    LInda, que bom que vais fazer a cirurgia, certamente tua mãe ficaria cheia de orgulho.
    Podes ter certeza que lá de onde ela está ela está a te abençoar e a te proteger, sem contar o fato de que elas ainda continuam morando lá no fundinho do nosso coração!

    Um beijinhooooooooo

    ResponderExcluir
  9. Que lindo flor... emocionante.
    Tenho certeza, que ela de algum lugar esta olhando e cuidando de ti.
    Que mãe maravilhosa tiveste.
    Te sigo a algum tempo, gosto daqui!
    beijocas.
    Dani
    danifvieira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Minha querida, eu vou estar aqui orando, torcendo e pronta para o que precisar. Vai dar tudo certo.
    Sua mãe morreu sabendo que você a amava e tudo que ela fez foi pro seu bem, e você se tornou uma mulher incrível! Você vai ficar linda, saudável e cheia de amor pra dar.
    Muito lindo tudo que escreveu... Fico aqui com os olhos cheios...
    Te quero muito bem!
    Qualquer coisa me liga e me escreve. Quando der me fala no e-mail.
    Beijos beijos!
    Ah, então sua mãe catava conchas também?

    ResponderExcluir
  11. Fer,
    Lindo essa carta a sua mãe. Ela sabia e sabe que vc a ama sim. E que vai dar tudo certo na sua cirurgia. Que Deus te abençoe!
    ah, amei seu blog novo com a Cintia!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  12. Fer querida minha mãe partiu muito cedo, eu tinha 15 anos somente, uma criança que teve que crescer de um dia para outro porque era somente eu e eu a cuidar de mim. Sabe, essa é uma idade difícil, porque só queremos ir contra, ser contra, idade da rebeldia, de se conhecer, de se questionar. E tudo isso, com minha mãe doente, eu já sabendo o que aconteceria, mas tentando negar, as coisas foram muito dificeis.
    Depois que ela partiu, por muito tempo carreguei em mim um enorme remorso, uma culpa grande porque não conseguia lembrar se alguma vez tinha dito o quanto a amava. Esse sentimento me acompanhou por muitos anos, até que um dia, remexendo nuns papéis antigos e guardados há muito, encontrei um cartão que havia dado a ela uma vez onde estava escrito o quanto eu a amava.
    O remorso foi embora, aquela dor chata passou, e eu prometi e mim mesmo que quando tivesse filhos diria sempre a eles o quanto eu os amo. Sinto muita falta dela ainda, mesmo que pareça estranho pras outras pessoas, já cresci, tenho minha família, mas existem momentos em que tudo que eu queria era o colo dela de novo, um conselho, um afago, um carinho.Acredito que ela me protege de onde ela estiver, que ela cuida de mim e me ama ainda e muito. E eu, tento ser ao menos um pouco do que ela foi para mim para meus filhos. Com certeza amiga, onde ela estiver, ela está muito orgulhosa de ti, de tuas decisões e da pessoa que tu é.
    Fiques certa disso. Se precisares de algo neste momento de grandes decisões, sabes que estou aqui.
    Beijos garota linda.

    ResponderExcluir
  13. Sem palavras para comentar..seu poste é forte e lindo...tenha certeza que sua mãe sabe de tudo isso e vai estar do seu lado na cirurgia e sempre...boa sorte para você, se cuida sim...a vida é bela e tem que ser vivida com prazer...bjus

    ResponderExcluir
  14. Nossa... é a primeira vez eu acho que comento no seu blog... to com o coração apertado aqui... sinto uma saudade enorme da minha mãe, da presença, do carinho, do conselho, mas tem um detalhe minha mãe daqui ainda, na casinha dela... mas tão distante de mim...
    Fica com Deus e forças pra continuar aprendendo tudo que sua mãe te ensinou...
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Aline castro

    Sabe Fer,depois de ler este post,acho que vou falar hoje pra minha mãe,tudo que não falei.
    Boa sorte11

    ResponderExcluir
  16. Sabe, às vezes reclamo que a minha mãe mora do outro lado da cidade, tem carro e nunca vem me visitar...
    Mas hoje à tarde, vou arrumar e perfumar as crias, vou tomar o ônibus velho e enferrujado que faz a linha do meu bairro (mainha não perdoa o fato de eu ter comprado a casinha no bairro menos favorecido da cidade, mas eu expliquei pra ela que aqui eu posso morar melhor por um preço mais justo) e vou cruzar a cidade pra ver aquela mulher linda que me ama de verdade...
    E amanhã vou ao Recife visitar Ana Trajano (a legítima, minha vozinha)...
    Só isso.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  17. Oi Fê,

    Gostaria de fazer um comentário do tamanho de um texto, mas só consegui resumir em uma palavra: Emocionante!

    E dará tudo certo, será o começo de uma nova vida, de uma nova Fernanda. E estaremos todas aqui torcendo e te apoiando sempre. ;oD

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Fernanda querida...li seu texto e fiquei bastante emocionada... tenho certeza que sua mãe, esteja onde estiver, estará sempre cuidando de vc...
    Esteja tranquila na realização da cirurgia... e tudo será sereno... um grande beijo
    Fernanda

    ResponderExcluir
  19. Fê, que coisa linda! Ainda estou com os olhos marejados e com uma dor no peito de estar longe dos meus pais, de ser tão grosseira com minha mãe, minha irmã, meu filho, meu marido.

    Você me fez refletir.

    Boa sorte na cirurgia, vai dar tudo certo.

    Estou rezando por ti.

    ResponderExcluir
  20. Fê, que coisa linda! Ainda estou com os olhos marejados e com uma dor no peito de estar longe dos meus pais, de ser tão grosseira com minha mãe, minha irmã, meu filho, meu marido.

    Você me fez refletir.

    Boa sorte na cirurgia, vai dar tudo certo.

    Estou rezando por ti.

    ResponderExcluir
  21. sabe como sempre vc sabe nos emocionar eu fui mãe tarde com 37 anos minha filha so tem 3 anos...e eu não estou ensinando e sim aprendendo muito com ela ...o mundo esta mutio diferente e obrigado por me ensinar ....desejo sorte a vc tudo vai dar certo bjs no seu coraçao...fique com Deus...............janice_l.santos@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. Olha só, quando eu parar de chorar, a vista desanuviar e eu parar de soluçar, volto pra falar algo melhor e mais decente4 tá bom???

    E eu tenho certeza absoluta que dará tudo certo, aliás, já deu!

    beijos, xêros e todo meu amor!
    Paty

    ResponderExcluir
  23. Fer...
    Com certeza sua mãe tem orgulho da mulher forte, linda e responsável que vc se tornou e da familia incrivel que construiu...
    E, creia, ela sabia do seu amor, mesmo que vc não o demonstrasse todos os dias ou todas as horas, pq ela te sabe, te conhece e te ama...
    Beijos e parabéns por ser a linda filha da Dona Suzana...

    ResponderExcluir
  24. Oi Fernanda! Conheci seu blog fuçando na internet e me identifico muito. Chorei com seu post, que Deus te dê o conforto que necessita. E quanto à cirurgia...vai dar tudo certo! Um beijão!

    ResponderExcluir
  25. Difícil de comentar algo tão forte e sincero assim... Mas, ao mesmo tempo, sinto essa necessidade de expressar a emoção que também senti ao ler seu texto! Era como se eu mesma o tivesse escrito para a minha mãe!!! Eu ainda a tenho, Graças a Deus. Mas ela é muito doente e debilitada... e eu já sinto essa tão grande saudade que transborda desse seu post. Confesso que já li e reli várias vezes. Todos com a mesma emoção!!! Beijo e fica com Deus

    ResponderExcluir
  26. Fernanda,

    Li seu post, me arrepiei toda e chorei, por que ele é emocionante demais. Palavras que vieram do fundo do coração e faz com que nós, aqui do outro lado da tela, ás vezes preocupando com tanta coisa idiota e irrelevante, pare, pense e decida mudar.
    Um beijo pra vc!

    ResponderExcluir
  27. Oi Fê, realmente esse seu post nos fez parar e pensar em muitas coisas. Foi tudo muito emocionante.
    Estou aqui emocionada mesmo. Beijos pra ti e uma semana maravilhosa.

    ResponderExcluir
  28. Ola..seu texto é muito emocionante e verdadeiro, eu felizmente tenho uma maravilhosa relação com a minha mãe, confio e confesso TUDO para ela, tenho 3 filhos e espero ser próxima deles também! E sua mãe sabia sim que tudo o que ela falava e te ensinava estava guardadinho no seu subconsciente e um dia você usaria, beijocas querida e boa sorte na sua cirurgia e na sua nova fase da vida.

    ResponderExcluir

Oba vai deixar um comentário? Obrigada!!!

Quer conhecer uma loja fofa e cheia de novidades?
www.casadesahira.com.br:
sahirasantos@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...