terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Desabafo...Sua casa parece de Lego???



Fernanda tu deveria ter uma casa de Lego....
Ouvi essa ontem, do meu marido, e fiquei pensando... ele tem razão, quando eu ganhei há muitos anos um lego fazenda, uma das poucas coisas que montei com ele, foi efetivamente a fazenda, fiz de tudo, de salão de beleza, até cadeira de dentista pra torturar minha bonecas...O tempo foi passando, cresci(e muito), minha mãe doou meus legos e eu com meus traumas de infância, queria ter meus legos que podia trocar tudo que não gostava...mas dai...trocava a cor do cabelo, o emprego, os namorados, marido, e assim, pensava o que tá faltando?Troquei de pai(sim gente eu tenho pai, nunca falo dele porque aqui afinal é minha mãe sabia ok?)qualquer hora conto a historia(s) dele(s), troquei de cursos, de cidade, de ginecologista, tamanho de roupa(aham), xampu então devo ter trocado 745596067 x, e sei que isso vai por muito tempo ainda...Mas percebo que nada adiantava, eu queria trocar mais...rsrsr, e em 2009, troquei de casa....inaugurei, pela primeira vez na minha vida um sentimento chamado, segurança, porque???Pois bem, sempre fui meio sozinha, mesmo tendo uma filharada, eu tinha minha mãe, meu padrasto, minha irmã  e meu irmão off house(tipo, bebe da mamãe que nao conhece o mundo lá fora), e minha mãe era sim meu porto seguro, quando eu tive a gabriela, a 19 anos atrás sabe o que ela fez?Nada, não pegou no colo, não deu banho e nem trocou a fralda, apenas dizia, tu vai te virar, se um dia eu morrer que fará isso por você?E da mesma forma, com minha gestação pré matura,e um parto idem, tive que escolher entre estudar ou cuidar do meu filhote, sabe o que ela disse?Bem ela tinha 2 opções, a nº 1: eu cuido da minha netinha, vai estudar, só não engravida na hora do recreio tá filha???OU, dizer nem me viu, ninguem mandou engravidar não tenho que cuidar de neto...Sabem qual ela escolheu? A nº 3, ela disse assim, olha Fernanda, eu não quero cuidar de criança, não tenho mais paciência, mas também não acho justo você parar de estudar, mas.....existe um mundo chamado: CRECHE...e dessa forma, aprendi 2 coisas: a 1º como doi deixar seu bebesinho com os outros né?Mas devemos sim relaxar, faz parte da vida de mãe e filho, e a 2º fui estudar com vontade, valorizei cada aula, levava e buscava minha filha no horário da manhã,e  minha mãe no máximo fazia meu almoço.Na minha formatura, estavam minha irmã, meu irmão, meu ex (pai da gaby) e uma amiga, minha mãe não foi, nem meu padrasto, ele porque só trabalhava dia e noite, e ela porque dizia ter alergia compulsiva por multidão, mas quando cheguei em casa, depois da formatura, ela me deu um presente, minha comida predileta e levou a Gaby pra dormir com ela, pela primeira vez em 7 meses.Com 16 anos comecei a trabalhar, sempre tive sorte pra trabalho, tenho um tino comercial desde jovem, trabalhava em uma seguradora, comecei em julho de 94, e em novembro do mesmo ano minha mãe teve que ir receber meu salário, pois havia vendido tanto, que deveria pagar IR, e o fato de ser menor de idade, não me permitiu sacar meu próprio salário, quase tive um troço, quando vi tanto dinheiro junto, lembro perfeitamente, o salário minimo eram 66 Reais, eu recebi, naquele mês, mais de 800 Reais, comprei um fogão, armários e uma cama nova pra minha mãe, que em vez de ficar toda boba e orgulhosa disse: Fernanda, não faz isso com seu dinheiro, coloca no banco, você não é papai Noel, cuide de você ok? Me leva na redenção pra comer um acarajé e já está bom....E assim fui convivendo com uma capricorniana, muito seca, e clara, até demais, coloquei ela em cada situação, que se ela pudesse, mandava de volta pro útero...uma vez, foi um homem, cobrar um cheque que eu havia passado sem fundos, ele bateu na casa da minha mãe já que eu não estava em casa, o cheque era em torno de 100 reais, ela simplesmente foi até minha casa, e deu ao homem, um aparelho de som, que eu tinha comprado, que era importado, e valia na época mais de Mil Reais, quase morri, sabe o que ela disse?Problema teu, eu não faço contas, e ninguem bate na minha porta pra cobrar, não preciso aturar cobrador, se és incapaz de arcar com os teus compromissos, não os faça...Eu engoli e fiquei na minha, tentei resgatar meu som, mas o cara nem me atendia(pq será neh??)Conforme a Gabriela foi crescendo, ela foi ficando mais amorosa, sempre tinha um presente, um lanche uma fruta especial pra bibisinha dela, e isso de certa forma aquecia meu coração, pois trabalhava muito, dia e noite e a gaby voltava da creche, que minha irmã buscava e ia pra casa da minha mãe, até eu chegar...quando a gaby tinha 5 anos, minha irmã sofreu um acidente de carro, e faleceu, foi um terror, nossa familia se desestruturou, nossa pequena familia....eu tinha a Gaby e a Laura pra cuidar, que na época tinha 2 anos, e ao mesmo tempo, minha mãe ficou mais apegada a minha filha, quando casei pela 54636747 vez , deixei a gaby morando até acabar as aulas com minha mãe, e fui embora pra uma cidade próxima, mas nem tanto...alguns meses depois busquei a gaby, e tive pouco contato com minha mãe, ficava as vezes meses sem ver, e sei que com a perda da minha irmã, minha saida de casa e da gaby, imagino que ela ficou muito deprimida, começou a beber, e se enclasurar cada vez mais, e infelizmente, não percebi a tempo, que talvez, ela precisava encontrar algo, que muda se a percepção que ela estava tendo da vida tão ingrata.Ela conheceu os meus 2 meninos(sou pós graduada em filho ok?), mas conviveu muito pouco, eu achava que era poderia gerar problemas nos meus filhos, com as "loucuras"dela, e não percebi, que ela estava era louca, mas louca de tristesa, mas tambem, sei que ela, tão sábia, estudada, viajada, inteligente, não gostava de brincar de lego, ela não tentou mudar, aceitou a tristesa e assumiu essa face amarga, que a levou em torno de 7 anos depois...E eu?Bom, nesses 7 anos, ralei pacas, quebrei a cara direto, me maltratei várias vezes, me culpando por coisas que nem precisam mais ter culpados, abandonei sonhos, me penitenciei por não ter tido visão como hoje tenho, da vida da minha mãe, e o que isso fez por mim?Bem, tudo na vida tem seu lado, fez muita coisa g, me fez comer compulsivamente, me fez ficar amarga, mentir a mim mesmo, aceitar muita coisa ruim na minha vida, e rejeitar muita coisa boa...Me ajudou a adoecer a cabeça, me afastou da realidade, Masssss, fez algo muito importante, Me devolveu meu Lego, nele, fiz a mudança mais drástica da minha vida, encerrei o caminho que havia trilhado, por um mundo triste e doente, nunca falei a vocês, mas recebi um golpe (na realidade vários) do meu ex marido, a única pessoa capaz de me fazer ter nauseas, medo, dor...ódio...um golpe cruel e baixo, bem na eóca que minha mãe faleceu, e ele aproveitando da minha fragilidade, me maltratou mais ainda, o que eu fiz além de me separar? e afastar dele?Hoje, gente, saiu a homologação, da adoção do meu filho, consegui destituir a paternidade dos meus filhos, e o meu esposo é o pai legitimo deles, como já é, a mais de 7 anos, quando a juíza deu a procedencia do nosso pedido, chorei, mas o choro, foi de missão cumprida, aquelas pessoas que estavam ali(MP, advogados, escrivão, Juiza) nem imaginam o que fizeram pela minha familia. Percebi sim que sou capaz  ter coisas boas, pessoas boas, sorte, que mesmo meu padrasto(que trato como pai, pois me criou e foi um bom pai), tendo tido uma mudança "comportamental" depois de ter ficado viúvo , vendeu nossa casa que fui criada, e eu fui pagar aluguel com 4 crianças e um marido desempregado na época, e eu doente, ganhando muito pouco, pois fiquei no inss.Mas isso aconteceu em 2005, como em menos de 4 anos, eu tenho casa própria, carro zero, meus filhos estudam em colégio particular?meu marido trabalha na Samsung, e eu mesmo no inss, sou funcionária de uma grande emissora de tv??Como assim???Não me interessa se minha casa  precisa de muitas reformas pra ficar como quero...e meu carro??Humm, vocês conhecem uma biblia chamada ficanciamento da ws??, E o colégio?Bolsa de estudo, mesmo que seja parcial ajuda não acham?Meu marido o desempregado trabalha ?? Sim, há 4 anos, antes, trabalhou na Dell, depois de tentar 645485806067- vezes, conseguiu, e quando a Dell foi embora da nossa cidade reecolocou alguns funcionários, e ele é um homem muito honesto e trabalhador, isso não é mágica é comprometimento...ahh tá e eu?Eu, me sinto muito culpada as vezes, pois estou no Inss, já faz mais de ano, mas infelizmente não querem que eu retorne, mas sei que mereço cuidar de mim, e vou fazer, Olhem, falo demais, eu sei, recebi uma mensagem, de uma pessoa muito brava dizendo que meus posts são depressivos, caóticos e muito tristes, que não deveria escrever assim, já que existe desgraça suficiente no mundo, tentei durante a semana seguinte, levar o blog mais na brincadeira, ser mais leve, mas gente, eu sou assim, mutante, vocês que leem o blog, que comentam e se identificam, já perceberam isso, quando leio a Fernanda Reali, me identifico com ela, pois adoro de tudo um pouco, sou sociável, e sou uma dona de casa que trabalha muito, quando leio a Elaine Gaspareto, me sinto um pouco ela, pois falo de assuntos fortes na minha vida, e tenho minha vida aqui, mesmo sendo poucas pessoas do meu convivio "real", que saibam a existencia do meu blog. Me sinto Elza Carrara, quando me encanto com cantinhos..Rejane com meu saleiro de bolinhas enfeitando minha mini cozinha, que sofre mudanças constantes heheh..E a Cintia? Ela vive em Sinop, mas com certeza seu coração ainda pulsa aqui.E a Manu? mal humorada?? Sou assim acreditem, muitas vezes, tiraondacomigonaomeuermao....Simplesmente amo muitas coisas como a Fabi, Tenho um dia adia corridinho como a Helena e assim, vai indo, olhem meus blogs que sigo e vão perceber que sou um pouco de cada um, sem hipocresia, se eu paro e coloco um comentário no seu blog, pode acreditar nega, é sincero, pois aprendi a não perder tempo com coisa a toa sabe?Obrigada, sempre por falarem, opinarem, passarem por aqui, meu blog, tem 6 meses, é um bebezinho ainda, mas já tem mais de 13 mil visitantes, e quase 200 seguidores, gente, obrigada mesmo, essa dieta coletiva que a Clau inventou, quando falavamos no tw, a blogagem de esmaltes da Fe Reali, isso sim, cada sorteio, ajuda aos que tanto precisam, isso sim, deixam meu Lego nobre, e faz com que cada dia que olho pro meu rosto no espelho, (com menos acne e papada), me cobre algo chamado:Atitude, sei que as x cansamos é dificil, mas dá, se comigo que sou preguiçosa deu, imagina pra você que ficou até agora lendo esse desabafo??Muito obrigada, por tudo...

Ps, sexta junto com o post dazunhauva, tem uma história de superação zunhistíca.
Ps 2, Lembram do meu canto alemão da sala de jantar?Ele não está mais entre nós, virou um canto alemoa, e anda enfeitando a casa de uma amiga amada.
Ps3, a estante de temperos?Está de aviso prévio, tadinho,hahah, tenho coisas bonitas e funcionais vindo por ai...não deixe de vir e ver... rsrsr


Ps 4, eu posso ou não dizer que tenho sorte?? Olhem minha neta lindaaaa



Um beijo muito carinhoso...

Fernanda Sahira

57 comentários:

  1. Oi Fernanda! nunca me identifiquei tanto com um post como hoje. Sua história de vida mostra que você tem a garra dos vencedores. Minha família também tem muitos problemas, as vezes fico pensando no que posso fazer pra mudar e não acho soluçaõ. No meu caso o alcólico é o meu pai. Sem contar os meus próprios problemas pessoais. Seu post de hoje me ajudou a não desanimar. Brigadão! Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Fernanda que delícia ler este desabafo-depoimento-levanta astral agora de manhã. Também me vejo em você! Não pela história complicada com família, minha mãe é bem diferente, está viva ainda, mas porque todos nós temos um sufoco na vida, e eu apesar de nova e não ter nenhum filho e muito menos neta ainda, já vivi experiências ruins e boas, mas que todas me fizeram ser quem sou e chegar onde estou. Eu de forma alguma acho seus posts cansativos, e muito menos mal humorados, depressivos... até mesmo esta história "trágica", acaba sendo linda... a gente começa lendo e vai ficando com os olhos cheios de lágrimas, mas depois o sorriso vem sem a gente perceber. Cultivei um carinho enorme por você ao longo deste tempo que te conheci, e agora além de carinho, tenho muita, mais muita ADMIRAÇÃO!
    Bom dia.

    ResponderExcluir
  3. O Fe agora posso dizer que vc tambem sabe das coisas!!!! Fale, fale tudo, quem não gostar que não leia. A vida não e fácil mas o bom do Lego é que sempre da pra melhorar. Mãe é um troço complicado mesmo a minha saiu daqui a 20 minutos pra se internar numa clinica para uma pequena cirurgia, deixou 1000 recomendações, mas não é facil.

    ResponderExcluir
  4. Fer,

    Amiga parabéns por essa conquista, imagino o quanto isso é importante para você, para o Edson e para seus filhos. A superação é a palavra de ordem deste post. Me emocionei, ri, chorei e refleti muito, já que muitas das suas angústias também são minhas. Somo um pouco de todos os blogs que seguimos, e também somo depressivas às vezes, infelizmente, nem todos percebem que a vida não é um conto de fadas e que não tem como estar sempre feliz e rindo a toa, nos devemos o direito de sentir, e os sentimentos nem sempre são aqueles que queremos e não tão nobres como almejamos.
    Parabéns, do fundo do coração e comemorem muito esse momento.
    Grandes beijos

    ResponderExcluir
  5. Sua cozinha tá lá no blog! Inauguração do cantinho da leitora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Nossa.... Senhora,
    Que mulher guerreira vc é.
    Acho que todas nós temos problemas, mas comparados aos seus minha querida, vc é uma vitoriosa.
    Parabéns pela sua garra, pelo seu blog, pela sua vida.

    Fica com DEUS.

    Bjim.

    ResponderExcluir
  7. aaaaeeee
    Sua cozinha ta sendo mostrada lá no blog da Rejane rs
    sua cozinha é mt fofaaaaaa!
    bjokasss

    ResponderExcluir
  8. Que história!
    Sua neta é mt cute cute!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Fernanda que história!
    Só tenho a dizer que você foi corajosa em sua história e em postá-la aqui pra nós.
    Me emocionei e me identifiquei em muitas coisas.
    Parabéns pela fofíssima de neta.
    Xeros

    ResponderExcluir
  10. Oi, Fernanda! Vi sua cozinha fofa no blog da Rejane, parabéns pelo capricho hein! Eu estou construindo minha casinha (simples, mas quero deixar aos poucos do meu jeitinho..) e me inspiro nela e agora fico feliz em achar você que parece ser como a gente, simples e batalhadora. Desejo sucesso! Se quiser me faz uma visitinha: http://nossopedacinhodoceu.blogspot.com
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Ah! Esqueci de dizer que fiquei super animada quando li essa parte aqui: "Atitude, sei que as x cansamos é dificil, mas dá, se comigo que sou preguiçosa deu, imagina pra você que ficou até agora lendo esse desabafo??" hehehe
    Afinal eu li tudo, então fiquei me achando superpoderosa! Valeu pelo post também!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pela maravilhosa história de superação e por ter dividido aqui conosco!
    Um forte abraço! Deus te abençoe!

    Fica bem!

    ResponderExcluir
  13. Olá Fernanda
    Bem,antes de qq coisa preciso dizer que fiquei admirada
    Assim como você não tenho medo de me expressar e uso meu blog para isso
    Quando meu irmão faleceu a quase 4 meses atrás fiz um post em homenagem a ele que apesar de ter apenas 19 anos viveu intensamente e deixou lembranças profundas
    Foi um post dolorido,sangrando,minha mãe não consegue ler de novo pq se acabou de tanto chorar ao ler
    Recebi apoio de muitas amigas(que apesar de nunca te-las visto pessoalmente posso sim chamar de amigas que muitas que se dizem na vida "real"se quer deram importancia
    Mas tb recebi assim como vc recebeu, algumas criticas,alguém me escreveu que não deveria falar em morte, em tristeza,em depressão, afinal eu "era" uma pessoa tão alegre,feliz...
    Mas me diga Fernanda como alguém que acaba de perder o irmão caçula de 19 anos,que saiu num sábado de manhã andando de bicicleta e não voltou nunca mais pode estar soltando fogos de alegria???
    A dor é intrinseca, acredito eu que "TODO" ser humano sente uns em maior intensidade por motivos reais,outros por motivos fúteis mas em algum momento da vida todo mundo passa por ela de alguma forma
    Admirei a maneira como vc conseguiu compreender sua mãe,a primeira vista dá a impressão de ter sido uma mulher fria,dura,até ruim
    Mas não, pelo seu relato percebi uma mulher sofrida que da maneira dela(ainda que te ferindo)estava tentando te evitar sofrimento,sendo dura ela estaria te fazendo entender o quanto a vida não é fácil
    E você sabiamente percebeu isso
    Fernanda acredito que você está sim no caminho certo, se der vontade de desabafar,faça
    Se der vontade de estar alegre e escrever sobre isso,faça
    E não se renda a criticas de pessoas que muitas vezes mau param para tentar entender as razões e motivos de outras pessoas
    Até por que deixaria de ser você
    Deixaria de ser a Fernanda faça como eu estou fazendo se der vontade de falar,de escrever,FAÇA assim continuará sendo a Fernanda e se alguém não gostar que não leia
    Beijo Fer

    ResponderExcluir
  14. Amei seu post, e adorei sua cozinha, vim tomar um cafezinho com você. Parabéns pela coragem! Bjo!

    ResponderExcluir
  15. Eiiiiiiiii!!
    Vi sua cozinha no blog da Rê, e vim te visitar, ou mlehor, te seguir... Adorei você, fiquei pensando na minha vida... Quem nos disse que seria fácil passar pela terra? Mas somos mulheres e temos a facilidade de passar por muitos obstáculos e ainda sair sorrindo (mesmo com o coração dolorido). Você bonitona é uma lição de vida, adorei seu desabafo, e pra quem não gosta de chorumelas ou te acha melodramática simples: NÃO ENTRE NO BLOG!!!
    Agora já era... Vou te seguir!! rsrs
    Bj bj S2

    ResponderExcluir
  16. Agora sei mais de vc, de suas dores, amores, de sua luta , das derrotas e vitórias e ainda por cima vejo essa carinha linda no fim do post! BJs
    Tem sorteio no meu blog, vai lá!

    ResponderExcluir
  17. Oi Fernanda, te conheci através do blog da Rejane e te achei o máximo, é isso aí, a vida passa rasteiras e só quem é forte como vc dá a volta por cima, sua neta é uma fofura e teu blog muito legal mesmo... Vou passar sempre aqui para ver as mudanças na sua cozinha que já está fofa demais.Beijão enorme da Andrea e da Maki.

    ResponderExcluir
  18. Olá
    primeira vez que vejo seu blog e já me deparo com um post dessa importância...
    a gente tem que todos os dias lembrar que sempre haverá dias melhores se a gente fazer por merecer. lutar, nao desistir e saber ouvir quem mais se preocupa com a gennte. no caso sua mãe apesar de sofrer muito, sempre quis o seu bem, te fazer uma mulher melhor, uma mãe talvez melhor que ela pros seus filhos.
    que sua familia tenha muita saúde e esperança!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Há, gostaria de saber como faço pra participar da dieta coletiva, me ajuda?!
    Bj bj

    ResponderExcluir
  20. Fernada a história e impresionante você é uma mulher porreta.Também sou assim preciso desabafar sempre não importa se é na fila do banco ou da passoa que senta do meu lado em um avião.O problema e que eu quero falar mas nem sempre as pessoas estão despostas a ouvir e acaba por criticar e julgar se achando melhor que nós ou mais feliz.Continua sendo você e deixa que digam ,que pensem e que falem bjs
    reformadolar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Menina, chorei com td que vc disse... Fiquei me imaginando no seu lugar, imaginando a barra que vc passou!!!!

    Mas tem uma coisa boa nisso tudo(aliás tem várias, mas vou falar de uma só) se tudo isso não tivesse acontecido, como sua netinha teria uma avó jovem e super descolada???

    Nem imaginei que vc fosse avó e nem que tivesse filhos mais velhos (como freqüento seu blog ha pouco tempo, achei q eram todos crianças).

    Mas vc tem uma história linda de superação e de amor! Acredito que nada da vida da gente é em vão...

    Beijos

    Bia
    www.agerentedolar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Fernanda,
    Estou passando rapidinho só pra dizer que vi sua cozinha no blog da Rejane. O post ficou muito bom. Você merece esse carinho :)
    Bjs.

    ResponderExcluir
  23. Prazer em te conhecer, uma pessoa de verdade sem mascaras e com muita coragem. É bom desabafar, o blog é pra isso uma terapia, como o nome do meu "folha em branco", sabe quando você já tomou decisões erradas e está numa fase passando a vida a limpo. Com amor Eliane

    ResponderExcluir
  24. Oi Linda, adorei sua postagem e como não poderia ser diferente, me identifiquei muito com ela!
    Me desculpe a ausência, mas estou tentando retomar o fôlefo depois de alguns acontecimentos. Espero voltar em breve com força total!

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  25. Que delicia de desabafo, vi um post no blog da Re e vim conhecer o seu, amei sua historia, em algumas curvas da sua vida, percebi que passei pelas mesmas, pelos medos, pelo despreso, pela secura, pelo ex, mas Deus não me deixou derrapar, hoje eeu estou assim bem, amanhã eu estarei melhor porque sei que grandes coisas Deus fará por nós, parabéns pelas suas conquistas e pelo que ainda vais conquistar, Deus te abençoe Fernanda!!!amei!!!!
    Sônia Regina

    ResponderExcluir
  26. Fê o que falar estamos juntos nessa,por isso amo essas blogueiras, somo guerreiras, batalhadoras, muitas vezes não colocamos post tão lindos e verdadeiros como os seus pois ainda temos medo de sermos julgadas. Mais sabemos a importância de compartilhar o nosso momento faz com que ele se torne mais leve, e podemos rir e chorar juntos, pois mais longe que podemos estar estamos unidas pelo coração. Não vou falar mais nada, sou também muito falante, pois já estou emocionada.
    Ser de luz especial, Fernanda Sahira, beijo no coração.
    www.martammello.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Amiga Querida!

    Acho que só deves ter orgulho da tua tragetória nesta vida!
    És uma batalhadora, uma vencedora!
    Muitas pessoas teriam desistido, mas tu, uma guerreira, continuou firme e forte no teu propósito de viver e de ser feliz!
    Nada é fácil nesta vida, uns se entregam, outros batalham!
    Gostei de ti no momento em que te conheci lá naquele nosso encontro de Blogueiros, eu identifico de cara quem é uma pessoa forte, e tu és!
    Amiga linda e querida! Siga em frente sempre sendo esta pessoa iluminada!

    Beijinhosssssssssss

    ResponderExcluir
  28. Wowwwwwwww!!!!!
    Noossa, tô aqui entre lágrimas e risos, e uma coisa eu te falo, sinceramente, muito, mas é muito bom saber mais de ti, mas assim, conhecendo melhor essa faceta forte, corajosa ainda mais por saber viver e falar das próprias fagilidades!!
    Parabéns pelas conquistas!!!

    E que neta liiindaaa!!! Dá pra mim??? kkkk

    Xêros, frô!
    Paty

    ResponderExcluir
  29. OLÁ
    EU LI TODA SUA HISTÓRIA, QUE LINDA HISTÓRIA DE VIDA, GERALMENTE EU NÃO JULGO NINGUÉM, POIS ATRAS DAQUELA HISTÓRIA, CARA FEIA, CARA TRISTE E DEPRESSÃO TEM UMA LINDA HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO...LINDA, DEUS CONTINUE ABENÇOANDO SUA VIDA, SUA COZINHA ESTA LINDA DEMAIS, SO QUERIA SABER O OUTRO LADO DA PIA POIS A MINHA PIA É UM L TBM OU V VC ME CONTA DEPOIS?
    EU AGUARDO


    BEIJOS NO SEU CORAÇÃO , SINTA-SE ABRAÇADA
    AH! SUA NETÁ É LINDA!!!!!

    PARABÉNS


    JOSY

    ResponderExcluir
  30. Uau... que relato em flor?! Nossa mulher, você com certeza é uma guerreira (como tantas outras brasileiras) e se está sendo abençoada, foi por mérito completo! Estou conhecendo seu blog agora, mas me encantei por seu jeito sincero de ser! Gosto de estar rodeada de pessoas assim, que não se escondem atrás de máscaras...

    Sua netinha é totosinha demais, parece uma bonequinha...

    Já virei seguidora, e estarei smpre por aqui contigo... Beijinhos linda!!!

    ResponderExcluir
  31. Olá..vim conhecer seu blog por intermedio da Rejane, e qdo chego aqui..bahhhh...que coisa linda a forma como vocês se mostra, tão transparente, que parece que te conheço pessoalmente...tenho que confessar, fiquei com raiva de sua mãe em certos momentos do desabafo..me fez pensar...como teria sido a minha mãe?...ela morreu qdo eu tinha 7 anos...tenho poucas lembranças dela...lendo seu desabafo..percebi o pq a Re disse que vc é especial..vim aqui por outros motivos...mas agora voltarei mais vezes...bjus..siga sempre em frente querida..Força sempre!!

    ResponderExcluir
  32. Adorei o blog... vi lá no blog da Rejane... virei seguidora viu!!

    ResponderExcluir
  33. Oi, Fernanda! Passei aqui e li sua história. Então, resolvi comentar: PARABÉNS por conseguir expressar coisas tão íntimas de forma simples. E, no final, um sorrisão lindo da neta! Beijos... Adorei!

    ResponderExcluir
  34. Oi Fernanda,conheci o seu Blog através da Rejane,sou nova nesse negocio de Blog rsrsr e adorei a oportunidade de conhecer o seu blog gente que mundo incrível este de Blog né rsrsrs,adorei a sua historia e me identifiquei muito em algumas situações.
    E para os que acham que vc escreve demais,porque le então!!!! acho que o blog é uma forma de você colocar o que pensa e acha e poder compartilhar com outras pessoas;Bem adorei passar por aqui
    Um forte abraço
    http://tudodemulheremaisumpouco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. Parabéns pelo texto,pelo desabafo que só faz bem e principalmente pela coragem,para contar e escreeeeeeeeeeeeever tanto!!rsrsrsrVim conhecê-la depois da propaganda da Rejane lá no blog dela.Realmente vc é uma guerreira,lutadpra e vencedora e merece os elogios que ela faz.Falar é uma terapia e escrever também.Ajuda a superar as difivuldades.Penso que se sua mãe falasse um pouco mais teria vivido melhor.Que Jesus a tenha em seu seio.Bjs no seu coração.

    ResponderExcluir
  36. oi amiga eu sou a sam se puder da uma olhadinha no meu blog complicada triste sua historia mais ao mesmo tempo de superação força e fé mesmo com jeito seco da sua mãe ela te ensinou que a vida não é uma mar de rosa é um desafio a ser superado a todos os dias parabéns pela vida e por vc existe jesus te ama e ele te quer muito bem quando a tristeza vier deite no colo dele que ele cuida de vc e te ajuda na caminhada foi um prazer te conhecer vou te seguir aki bjão samanata

    ResponderExcluir
  37. Olá Fê! Ví sua cozinha no blog da Re e quando cheguei aqui me deparei com esse post emocionanta. Vou voltar mais vezes, com certeza!
    Já estou te seguindo viu?
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  38. ana_glaucia03@hotmail.com10 de fevereiro de 2011 09:22

    Emocionante seu texto. me tocou muiiito e, me indentifiquei um pouco.Deus te abençoe guerreira Fernanda.

    ResponderExcluir
  39. Fernanda, parabéns pela franqueza. Falar da nossa vida, das nossas fraquezas,dos nossos problemas e, principalmente das nossas vitórias, serve muitas vezes de exemplo para outras pessoas. Considero você uma pessoa FORTALECIDA pela vida. Na minha, opinião... você não deixa de lado as suas experiências, se acomodando na expressão hipócrita, do TUDO ESTÁ ÓTIMO, quando não está...Beijos

    ResponderExcluir
  40. Oi Fernanda, tudo lindo e verdadeiro em teu blog,
    mas não existe nada tão linda quanto tua neta, parabens, eu ainda terei uma tb e serei super coruja, bjssssss

    ResponderExcluir
  41. janice_l.santos@hotmail.com10 de fevereiro de 2011 13:30

    Foi muito bom conhecela que desabafo é bom que todo mundo tem problema e variados...que bom saber da sua garra vc é um exemplo...bjs´e a luta continua..........

    ResponderExcluir
  42. OI Fernanda, nem te conheço e já entrei na sua cozinha.....adorei que gracinha....parabéns!

    estou te seguindo e vou participar da promoção do casa corpo e cia.

    Te convido para me conhecer, sou novata neste mundo bloguistico....

    abraços,

    ResponderExcluir
  43. Emocionante seu depoimento, força!

    "A vitória é certa para aqueles que confiam"

    uma ótima noite e seja feliz, sempre!

    ResponderExcluir
  44. Amiga nada em nossa vida contece por acaso e as vezes encontramos a alegria através das tristezas e sofrimentos da vida, superamos e vencemos quando temos DEus em nossos coração,ele é nossa força, nossa salvação.
    Você confiou e vence e lembre apenas dos momentos bons do passado, porque senão sofremos novamente.
    è fácil a gente ser feliz,a gente ser alegre, mesmo a nossa vida sendo instavel,situações inevitáveis e tristes acontecem,mas Deus é nossa força,nossa vitória é certa quando pernacemos firmes na fé NEle.
    Você é um exemplo e temos historias parecidas,infelizmente aindanão tive a benção de ter um filo,porque me emocionei com esse sorriso lindo da sua menina e deve ser uma felicidade sem fim receber um sorriso desses,me emocionei muito com você.
    Felicidades e fé em Deus sempre.

    ResponderExcluir
  45. FErnanda, estava visitando a Re a vim conhecer seu blog.
    Adorei, acho que vc não deve mudar a forma de conduzir seu blog, a forma de escrever, o espaço é seu e para colocar nele coisas que estão aí dentro de você.
    Sua história de vida é linda, de superação então só posso lhe dar os parabéns, vc é uma mulher batalhadora e vencedora.
    Bj no coração.

    ResponderExcluir
  46. Oi querida! Conheci você através do blog da Regiane, gostei muito do que você escreveu hoje.
    Sua história é muito encorajadora, sucesso sempre!!! Sou sua seguidora. Beijão!

    ResponderExcluir
  47. Quem diz que teu blog é depressivo definitivamente não te conhece, ou leu muito superficialmente. Tem posts de todos os tipos aqui, de construção, reconstrução e desconstrução de uma vida. Sim, porque tu és mutante, "like rolling stone". Afinal, até as pedras mudam quando vão rolando!

    É isso aí, amiga. Te admiro porque tu não crias mofo, tu te refazes em vários aspectos. Viver dá trabalho, mas é tão bom!!!

    beijoooo

    ResponderExcluir
  48. Oi Fernanda! Vim passear por aqui pois vi a sua cozinha no blog da Re! Menina...que historia!!Como você mesma disse a gente acaba se identificando com as pessoas mesmo quando não temos as mesmas historias.
    Tem cantor um Gaucho que se chama Wander Wildner e talvez você conheça que tem uma musica chamada "Eu Não Consigo Ser Alegre O Tempo Inteiro" e você não precisa ser ..se é possível ser assim eu não sei!Como sua mãe eu sou capricórnio e tive e continuo tendo que lutar pra não ser tão seca e parecer muitas vezes cruel.. embora eu tenha tido a ajuda preciosa da minha diabete pra me tornar uma pessoa muito muito melhor!Mas sabe que o meu pai como a sua mãe cobrava muitas coisas de mim e me fez assumir muitas responsabilidades muito muito cedo, eu achava ele horrível, hoje pensando bem eu preferia ser novamente educada por ele, por que eu cresci e me fortaleci graças a ele!Parabéns por ter coragem, parabéns por superar todo e qualquer obstáculo,parabéns por insistir e persistir.. pois não só errando que a gente Aprende!!!!Você merece que a vida lhe presenteie sempre com o que a de melhor! Mil beijos com carinho!!!

    Adrinha!
    A gente

    ResponderExcluir
  49. Puxa! Nem eu imaginava que seria tanto sucesso assim...
    quando coloquei o post no ar, você tinha 179 seguidores, e agora tem 289! Ganhou 110!!!
    Fico muito feliz, pois muitas tiveram a oportunidade de conhecer você e seu blog!

    Um super beijo e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  50. Oi, Fernanda. Gostei do seu post porque é muito sincero. Você tem uma netinha linda, mas parece tão nova pra ser avó. É da sua filha mais velha? Que Deus abençoe sempre você e sua família. Você é uma vencedora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  51. BOM DIA!!! Encontrei seu blog meio que por acaso rs... Estava procurando esmaltes para variar e acabei no blog da Fe Reali... E agora estou aqui!!! Adoro esta praticidade da internet! Olha sua história de vida é muito bonita... Vc venceu!! Sim, passei por maus bocados também e como vc fiquei muito tempo em segundo plano... Resolvi dar uma virada, ainda estou me adaptando novamente, mas sei que tudo será perfeito novamente rs... Gostei do blog, da postagem, da força de vontade e da determinação!!! Parabéns!!! Sua netinha é super fofa rs... Beijos

    ResponderExcluir
  52. Oi Fernanda, esse é meu primeiro comentário de muitos feitos no seu blog. Descobri através do blog da Rejane que acompanho há muito tempo. Achei sua história facinante, afinal quem não tem atropelos na vida?! Não se preocupe quando dizem que seus posts são tristes, pq n são. Eles são uma motivação para aqueles que de uma forma ou de outra passam por problemas pessoais e que buscam se inspirar nas reviravoltas de alguém.

    Mantenha-se como o lego, sempre transformando. Esse post me fez enxergar muita coisa e através dele você também me transformou... Sinta-se orgulhosa, não por mim, mas por todos os demais que aqui escreveram e que se identificaram tanto com sua história de vida e de certa forma inspiraram-se a também ser uma pecinha de lego.

    Muitos beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  53. Oi Fer!
    Tirndo o atraso na leitura, vi o post da Re e voltei para ler seu relato. Já conhecia um pouquinho da sua vida por outros posts, mas nem de longe com toda essa intensidade. Quem disse que teu blog é depressivo não sabe o que é a vida então. Tenho dó das pessoas que não conseguem se expressar.
    Temos mais coisas em comum do que vc imagina!
    Beijos e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  54. Fernanda
    que saudade daquele bate papo no msn... lembra?
    me fez tão bem.
    a vida não é simples mesmo.
    pra uns é mais doídinha em alguns momentos.
    o importante é que você permaneceu de pé, não importa as quedas que teve.
    quem caminha pode cair, né.
    a sua netinha é um mimo, que graça.
    às vezes, o melhor da vida chega atrasadinho, demora, mais é caprichado.
    beijinho, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  55. Oi, vc é uma grande mulher, parabéns !
    Nunca que seus posts são chatos, chato é quem falou isso...tenhos realidades que não podemos virar as costas para ela, por mais doloroso que seja temos que enfrenta las e vc fez muito corajosammente e isso serve de lição para que vive a mesma situação e ver que tudo tem saída e se resolve.
    Bjs, e que Deus abençõe sua familia.http://viviendoeaprendendo-froberta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  56. Sem palavras...amei o post, um pouco de cada uma de nós. Muito bom te conhecer, querida. Bjs

    ResponderExcluir

Oba vai deixar um comentário? Obrigada!!!

Quer conhecer uma loja fofa e cheia de novidades?
www.casadesahira.com.br:
sahirasantos@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...