sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Bipolar e Feliz, no Rio de Janeiro com as Amigas

   Desde a época da escola tive mais afinidade em ter amigas do que amigos, lógico não era uma regra ou escolha, as coisas aconteciam naturalmente.
   No trabalho a mesma coisa, as indisposições que tive quando tive eram com as meninas, nunca com um colega homem.Mas isso aos poucos foi ficando normal, sem perceber eu ia 'selecionando' amigos e tento amigas mas sem confiar muito, e na maioria das vezes elas era mais velhas que eu e tinham muito a ensinar.Olha a Cissa e a Iara por exemplo, mais de 29 anos há mais que eu hohohohoho(não entendo pq as meninas me rejeitam).

      Falando serio, até uns 2 anos atrás contava em uma mão as moças que faziam parte das ligações de feliz Natal.
   Porque estou falando nisso? Hoje depois de 2 anos de blog isso mudou e radicalmente. Quando decidi fazer o blog nem pensei que seria um diário com mus desabafos e talvez nem seguidores teria, poderia ser uma espécie de chat que conversava com as pessoas que tivessem interesse no mesmo assunto.
   Mas não foi assim, e felizmente é muito melhor, aprendi que a regra pode virar um fato isolado,e mesmo que virtuais tenho amigas, e pessoas muito especiais que fazem a vida ficar mais colorida.E o mais interessante? 99% meninas !
   A vida virtual no meu caso é uma extensão de tudo que vivo, quando não estou bem por algum motivo não "apareço" não falo muito e nem post faço por aqui, as vezes é por falta de tempo mesmo.
   E na vida cotidiana, por aqui não é diferente, nem telefone atendo.
   O que é isso?Minha personalidade, meu jeito.Lógico estou cuidando muito disso, tenho feito terapia pra poder entender essa "fuga" e parar de brigar principalmente comigo mesma, pois afinal nem todas as pessoas compreendem que isso é um problema mesmo, não uma falta de interesse ou indiferença minha.Tenho tido dificuldade ainda pra lidar com isso, pessoas queridas que desistiram de me procurar.Mas ao mesmo tempo tenho ajuda de quem consegue entender, ou talvez não entenda, apenas me ajude a passar por essa fase de forma mais amena.
   Costumo conversar sobre isso com poucas pessoas, não tenho muita paciência pra explicar tudo, isso me irrita e deixa frustrada, mas decidi falar aqui pois de alguma forma pode ajudar alguem a cuidar de si mesmo antes de começar a pensar somente no que os "outros" podem pensar.
   O mais importante, antes de deixar alguem pensar ou adivinhar algo sobre você é que seja sincera com o que sente ou deseja, quando a pessoa entende do que se trata geralmente aceita e talvez até ajude a passar essa fase.
  
   Antigamente achava que era depressiva, me fazia de vitima e auto depreciava demais, mas depois daquelas famosas crises de pânico, que tratava como a famosa síndrome do pânico, começamos a pensar em outro diagnóstico, juntamos tratamento psiquiatrico e terapia, agora fui diagnosticada como paciente com transtorno bipolar.Meu médico antes de qualquer remédio "receitou" esse livro: Enigma Bipolar - Conseqüências, Diagnóstico e Tratamento do Transtorno bipolar - Teng Chei Tung

   Esse livro foi escrito de forma simples usando uma linguagem popular, de fácil entendimento. Algumas pessoa acham que o bipolar hoje está triste, amanha feliz, bravo, sensível, depressivo, eufórico.Mas isso muda conforme a pessoa.é muito comum bipolares que são taxados de pessoas muito inteligentes, dinâmicos e descontraído, pois na época de euforia consegue inclusive resolver ou fazer várias coisas ao mesmo tempo.
   Existem pacientes que tem crises frequentes, outros tiveram poucas ou apenas uma.Eu por exemplo tenho crises de apatia e medo, e outras de euforia e muita disposição, chego a ficar 30 horas sem dormir, e mesmo assim tenho energia pra cozinhar cuidar de filho e namorar.
   Como antes imagina ser "normal" as pessoas que me cercam, convivem comigo nos meus períodos de euforia deviam achar que eu era uma super-mulher.Mas quando chegavam as crises de apatia entendiam como falta de interesse, desleixo ou até irresponsável.
   Para a maioria dos bipolares não existe o meio termo, ou 8 ou 80, alguns desenvolvem manias, caracteristicas que chamam atenção pelo excesso.Há também quem nem perceba que existe esse problema pois acha normal ser muito isso ou muito aquilo.
   Estou falando sobre a minha experiência, minhas carateristicas que convivo há tantos anos.Não pense que o fato de ter mais energia e preguiça faz de você um bipolar, isso tem que ser estudado por um profissional e você, neste caso a internet por exemplo não pode e não deve dar diagnóstico, mas pode ajudar a conhecer e tratar.
   Hoje em dia existem várias formas de tratar a bipolaridade, não são apenas tratamentos com medicamentos, algumas mudanças de comportamento e terapia tem me ajudado muito, avaliar cada dia e atitude, cuidar melhor do meu corpo e ser mais atenciosa também.
                        Alguem que você ama pode ser assim também.
   As vezes um simples carinho, uma mão que entenda, pode ajudar alguem que sofre com isso, um amigo, marido ou filho.

   Compreensão e tranquilidade ajudam muito.Brigar e cobrar de forma agressiva, ameaçar dizendo que não acredita mais, não confia não ajudam, se você sentir que não pode mais conviver com alguem assim é melhor ser franco e se afastar do que julgar, conversar e esclarecer o que sente , que não entende essa "fase" principalmente acaba frustrando e deixando o coração mais apertado, quantas vezes senti vontade de falar e acabei ficando quieta pois parecia que estava me fazendo de vitima ou sendo preguiçosa, as vezes precisamos de um tempo pra entender melhor o que acontece, mas pode ser que dar uma "barrada" na fase de euforia e de achar que possui super poderes.
   Sem dúvida unir forças e procurar ajuda é o melhor tratamento, afinal o que devemos fazer quando temos uma crise de asma?Procuramos ajuda médica, normalmente somente na crise, mas se fizermos um tratamento preventivo evitamos crises e as vezes nos livramos dela, por períodos maiores ou para sempre.
   Minha ajuda tem sido a família, os amigos e meus sonhos que tento realizar um de cada vez.Minha dificuldade de falar o que estou vivendo é muito forte, prefiro falar o que já vivi, as lutas que passei e sobrevivi, mas o que sinto hoje é muito difícil.
   Essa semana tomei uma dose cavalar de carinho e atenção, fui pro Rio de Janeiro por 4 dias, e lá consegui tantas vitórias, descansei, fiz coisas que não fazia há tempos.Fofoquei com minhas queridas amigas "virtuais" cariocas.Conheci algumas moças que não conhecia, outras matei a saudade.Ganhei presentes, abraços especiais e vi que é simples e gostoso ser feliz, estar feliz, e isso sem dúvida dá muita mais garra.

Essas fotos são da Fernanda Reali, as minhas ficaram na maquina do meu amigo Alex que foi junto, e só pego sábado.





Viram quanto carinho?Isso faz parte, mesmo que você não tenha um blog, que more longe, que não possa fazer esses encontros, as vezes isso é mais fácil que pensamos.Já parou pra conversar melhor com a mãe do colega do seu filho?Com a sua colega de curso, a amiga de infância que só fala pelo facebook.Quem sabe sua terapia está mais perto que possa imaginar.
Não precisa de terapia? Está tudo perfeito?Que bom vamos dar um pouco de carinho e atenção pra quem precisa, pode ser até um canil municipal, um orfanato, asilo até pras plantinhas do jardim.
Contribua, o mundo agradece.

 
Muito obrigada Fernanda Reali .Albertina Torres, Lily Luz, Lin Sousa,  Chris Ferreira,Zizi Santos, Ana Carla Benet, Rita Vieira, Re Batista  e Elaine Pires, Vocês foram muito especiais!!

Ahhh conheci um paraíso natural no Rio, me diverti na Lapa, apareço aqui e conto pra vocês.

Beijokas

Fernanda Sahira

17 comentários:

  1. Que coisa!! Por vezes a bipolaridade é tratada como frescura, bobagem ou muitos nem acreditem que exista... é uma batalha né??? Força aí!!!
    Adorei conhecer você!!!! Acho que peguei uns posts aqui bem profundos que serviram para mim... acho que essa troca que fazemos nos ajuda mesmo...
    E como vc falou não precisa ser blogueira e estar online o tempo todo para termos amigas... tenho amigas que são mães de colegas do meu filho, nos vemos uma vez por mês pra conversar, tomar café e falar e falar... Grande bj!!! Espero que volte logo ao RJ!!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo encontro,belas fotos. Bjs Trícia.
    http://delicinh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Fernanda!
    Eu vivo isso na pele e oq mais doi é que a bipolaridade é tratada por alguns como coisa de gente louca, ou então como falta do que fazer... é complicado.
    Pior ainda é saber como lidar com tudo isso.
    Adorei seu texto
    Bom estar aqui :)
    bJO bJO

    ResponderExcluir
  4. O Blog Coisas da Maura e a Loja Chá das Cinco querem deixar sua casa mais bonita!
    Confira como ganhar um lindo cabideiro Matrioskas oferecido pela Loja Chá das Cinco:
    http://coisasdamaura.blogspot.com/2012/10/concurso-cultural-cha-das-cinco.html
    Boa sorte!
    Maura

    ResponderExcluir
  5. Oi Fe!
    Muito legal esse encontro de vocês!
    Me identifiquei com muito do que você disse...
    As vezes também tenho sintomas de bipolaridade principalmente na tpm... malditos hormônios femininos rsrs

    bjus

    ResponderExcluir
  6. Tu estás cada dia melhor, Fer. Basta a gente puxar os posts antigos e ir lendo para perceber isso!

    Eu sei, sinto e tenho certeza absoluta de que tu vais ficar melhor ainda quando abrir a loja. Eu já abri a estética, que tu conheceste, foi uma tremenda dificuldade, mas que trouxe retorno em menos de 2 meses. Coragem, se joga que a Casa de Sahira te espera!

    ResponderExcluir
  7. Bom lá vou eu de novo falar que adoro quando você escreve que tá perdendo tempo em não fazer um livro de auto ajuda (tipo pra dar risadas e chorar), ti adoro já falei isso milhares de vezes mais é verdadeiro.Beijos flor !

    ResponderExcluir
  8. Também acho que ser feliz é ter momentos felizes e isso não custa nada! Ou quase nada...rs...

    A gente complica muito a vida e se cobra demais. Às vezes, parar e se dar bons momentos com pessoas bacanas é o suficiente pra recarregar as baterias... eu tô pilhada até hoje!

    Obrigada à vc pelo carinho, guria! Já te admirava pela perseverança e determinação na sua perda de peso... agora, tenho mais uma dúzia de bons adjetivos pra te dar.

    Beijo-volta-que-vou-te-ver!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Fernanda, fiquei com muita pena de não poder ir no Encontro e conhecer você.
    Eu conheço pessoas com este problema e estão se cuidando e melhorando muito.
    Vá em frente, todas nós temos uns conflitos muito chatinhos, mas com carinho e amor vamos resolvendo.
    Você é linda!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom esses encontros,só isso já serve como uma terapia para a alma! Bjsss.

    ResponderExcluir
  11. Oi Fernanda,
    Vim retribuir a visita, muito obrigada, e seja muito bem vinda.
    Te sigo já faz um tempo, e amo seu blog.
    Não é toa que essa turminha são top, só tem fera!!!.
    Amoooo muito.
    Bjãooo

    ResponderExcluir
  12. olá, pra mim sempre um prazer esses encontros..tem sempre algo a conhecer que eu não conhecia, uma ideia, um problema, um sorriso, um abraço a serem trocados ..e boa sorte na loja .. bjks LIN

    ResponderExcluir
  13. olá, pra mim sempre um prazer esses encontros..tem sempre algo a conhecer que eu não conhecia, uma ideia, um problema, um sorriso, um abraço a serem trocados ..e boa sorte na loja .. bjks LIN

    ResponderExcluir
  14. Fernanda
    que bom ouvir tanta sinceridade. Saiba que muitas pessoas passam por esses transtornos e se identificam. Se aqui você se sente a vontade para falar de si saiba que está esclarecendo a muitas pessoas que não tem a mesma facilidade para tratar desse assunto.
    Foi um prazer muito grande revê-la e poder trocar amizade e carinho naqueles momentos em que passamos juntas. Encontrinhos ajudam na socialização, mas também nos completam ! Sair do virtual para o real, concretiza ainda mais as amizades.
    beijos
    Zizi

    ResponderExcluir
  15. Só um pouquinho, eu me afasto um pouco dos blogs e entro aqui e te vejo dizendo que sou 29 mais velha que tu.
    Sacanagem amiga, sou somente 28 anos e meio mais velha que tu. kkk
    Te amo minha monga predileta e adoro te ver nesses momentos felizes.
    E mesmo que não me atendas, sabes que sou daquelas que dou um tempo mas desistir JAMAIS.

    ResponderExcluir

Oba vai deixar um comentário? Obrigada!!!

Quer conhecer uma loja fofa e cheia de novidades?
www.casadesahira.com.br:
sahirasantos@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...